OUÇA AO VIVO!
A VOZ DO BRASIL 21:00h às 22:00h
Tempo nublado 22° | Vilhena - RO   00:00:00 | 08 de Agosto
OUÇA AO VIVO
A VOZ DO BRASIL 21:00h às 22:00h
11/07/2022 07:58:51

Ataque russo a prédio residencial mata ao menos 15 pessoas na Ucrânia

Cerca de 30 vítimas ainda estariam sob os escombros de edifício em Chasiv Yas, em Donetsk, no leste ucraniano. Rússia diz ter bombardeado galpão com estoque de armas enviadas pelos EUA. Quinze corpos foram retirados neste domingo (10/07) dos escombros de um prédio de apartamentos atingido por um míssil russo na cidade de Chasiv Yar, na região de Donetsk, no leste da Ucrânia, segundo informação das autoridades ucranianas.

Cinco outras pessoas foram resgatadas vivas da construção destruída, de acordo com uma postagem do chefe dos serviços de resgate no Facebook. Ele afirmou que foi feito contato com outras três ainda presas sob as ruínas.

O governador de Donetsk, Pavlo Kyrylenko, escreveu antes no Twitter que "pelo menos três dezenas de pessoas" ainda estavam nos escombros do prédio de cinco andares em ruínas, que foi atingido por mísseis Uragan na noite de sábado.

Kyrylenko disse que duas entradas para o edifício foram completamente destruídas. Os trabalhos de resgate continuam. Os relatos não puderam ser verificados de forma independente.

No sábado, o Estado Maior das Forças Armadas da Ucrânia havia confirmado uma onda de bombardeios russos em múltiplas frentes, especialmente em Donetsk.

Rússia diz ter destruído armas dos EUA

Também no sábado, o Ministério da Defesa russo informou que suas forças atacaram Chasiv Yar. A Rússia insiste que seus ataques não visam alvos civis.

A pasta informou que tropas russas mataram até 100 soldados ucranianos em um ataque de mísseis a uma fábrica de cerâmica na cidade de Slovyansk, no leste da Ucrânia, que seria usada por uma unidade de artilharia ucraniana.

Mais de mil projéteis para uso em obuses M-777 fornecidos pelos Estados Unidos teriam sido destruídos, conforme o ministério de Moscou. Cerca de 700 projéteis para uso de lançadores de foguetes Grad também teriam sido destruídos. O ministério também disse que jatos russos Su-35 derrubaram dois jatos ucranianos do mesmo tipo, junto com um MiG-29. O Ministério da Defesa russo afirma que suas forças abateram 242 aviões ucranianos e 137 helicópteros desde a invasão no final fevereiro. A alegação contradiz relatos de que a Ucrânia possuía apenas 100 aviões e 90 helicópteros antes da guerra.

Depois de tomar quase toda região de Lugansk, as forças russas estão atualmente focadas em Donetsk. Separatistas pró-Rússia pretendem tomar o controle total da região de Donbass, no leste Ucrânia.

O governo de Kiev está pedindo a seus aliados ocidentais que forneçam armas de longo alcance para defender território e recuperar regiões perdidas para as forças russas.

 

Foto: Divulgação

Fonte: Reuters




Notícias Relacionadas

© todos os direitos reservados
Desenvolvido por Billtech