OUÇA AO VIVO!
CABA NÃO MUNDÃO 05:00h às 06:55h
Tempo nublado 19° | Vilhena - RO   00:00:00 | 12 de Julho
OUÇA AO VIVO
CABA NÃO MUNDÃO 05:00h às 06:55h
28/02/2024 06:56:14

Faculdade pode expulsar alunos envolvidos em trote que deixou 4 calouros internados em Rondônia

 O Centro Universitário Maurício de Nassau (Uninassau) de Cacoal (RO) informou que está investigando o caso do trote universitário que deixou 4 calouros do curso de medicina veterinária internados, após serem expostos a produtos tóxicos.

Ao g1, a unidade educacional revelou que está conduzindo uma investigação interna com todos os envolvidos no trote universitário.

Além disso, a instituição disse que após a conclusão das investigações, punições serão aplicadas de acordo com o regimento interno. A princípio, a punição para esse tipo de ato é expulsão, mas o jurídico analisará o caso. A instituição também esclareceu que o trote não ocorreu em suas dependências.

A Polícia Civil também investiga o caso, mas informou que nenhum dos alunos envolvidos registrou boletim de ocorrência e não se manifestaram até o momento. Mesmo sem os registros, outras diligências são realizadas para esclarecer e avaliar o caso.Segundo o delegado Fábio Moura, informações preliminares colhidas de maneira informal no Hospital de Urgência e Emergência Regional de Cacoal (HEURO), onde os calouros foram atendidos, indicam que os alunos sofreram lesões leves.

Trote e internações

trote universitário aconteceu no último fim de semana, no município de Cacoal. Após a atividade, quatro calouros do curso de medicina veterinária deram entrada no Hospital de Urgência e Emergência, após serem expostos a substâncias de uso veterinário.

Durante o trote, os alunos tiveram seus corpos cobertos por substâncias veterinárias e tóxicas, incluindo um produto indicado para tratamento de ‘bicheiras’ em bovinos e creolina (desinfetante de instalações rurais).

Os estudantes chegaram ao hospital com náuseas e a pele e os olhos tingidos por uma mistura azulada. Três, dos quatro alunos, tiveram que passar por médico oftalmologista.

Os jovens receberam alta no mesmo dia, e estão realizando tratamentos oftalmológicos para evitar complicações

FONTE: DA REDAÇÃO




Notícias Relacionadas

© todos os direitos reservados
Desenvolvido por Billtech