Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

Boa tarde!

00:00:00

Início » Notícias » SÃO PAULO: Mãe é impedida de amamentar filho de 1 mês em terminal de ônibus

SÃO PAULO: Mãe é impedida de amamentar filho de 1 mês em terminal de ônibus

11 de Julho de 2018

Acusada de atentado ao pudor, mulher é constrangida por seguranças e passageiros.

 Thais Magalhães, de 21 anos, contou em entrevista ao site G1 que foi impedida de amamentar seu filho no Terminal de Ônibus Vila Luzita, em Santo André, cidade da Grande São Paulo. O caso aconteceu na manhã da última terça-feira, 10.

Abordada por três seguranças, Thais foi alertada de que não poderia amamentar seu bebê no local por se tratar, segundo eles, de um atentado violento ao pudor. Eles ainda ameaçaram chamar a polícia caso ela insistisse.

“Me senti minúscula e coagida, como se eu estivesse expondo meu filho, como se amamentar fosse algo errado”, declarou ao site. A mãe conta que tentou driblar a situação e pediu para ir até o banheiro, mas que os seguranças continuaram com a postura hostil. “Me disseram que não, que se eu saísse não poderia voltar mais. Eu disse que pagaria de novo para entrar se fosse preciso, porque o bebê precisava mamar, mas me disseram que se eu insistisse eles chamariam a polícia”, relatou.

A mãe ressalta ainda a reação dos passageiros que também estavam esperando o ônibus e do olhar de desaprovação que recebeu. “Que eu saiba é permitido amamentar em qualquer lugar. Mas todo mundo ficou me encarando como se eu tivesse feito algo de errado”, lamenta.

A Prefeitura de Santo André informou que não existe qualquer restrição à amamentação em locais públicos da cidade e que já cobrou um posicionamento da empresa concessionária Suzantur sobre o que aconteceu no Terminal da Vila Luzita.

“Estou muito assustada por expor meu filho a uma situação constrangedora. Foi a primeira vez que saí de casa desde que dei à luz e tentei amamentar. Estou com medo porque sou preta, mulher, mãe solteira e no Brasil a gente sabe bem o que isso quer dizer”, finalizou Thais.

O caso está se tornando conhecido nas redes sociais e, como demonstração de apoio à luta pelo direito de amamentar em público sem constrangimento, outras mães estão organizando um Mamaço no Terminal da Vila Luzita. Vale lembrar que, segundo a Organização Mundial de Saúde, o leite materno deve ser o alimento exclusivo nos primeiros seis meses de vida da criança e é essencial para o seu desenvolvimento.

 

Fonte: bebe.abril

 

Compartilhe esta notícia
SÃO PAULO: Mãe é impedida de amamentar filho de 1 mês em terminal de ônibus


Onda Sul de Rondônia

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, caluniosos, danosos, abusivos, ameaçadores, discriminatórios, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores.
Onda Sul de Rondônia - Um noticiário a serviço da comunidade
Desenvolvido por Tecmarte & Guiaking © Copyright 2013 - Todos os diretos estão reservados
Site desenvolvido por