Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

Boa tarde!

00:00:00

Início » Notícias » Petrobras anuncia redução no preço dos combustíveis, mas preço na bomba não deve cair

Petrobras anuncia redução no preço dos combustíveis, mas preço na bomba não deve cair

09 de Novembro de 2016

 Na noite desta terça-feira, 08 de novembro, a direção da Petrobras anunciou uma nova queda nos preços dos combustíveis nas refinarias.

No anuncio a direção executiva da estatal informou que decidiu reduzir o preço do diesel nas refinarias em 10,4% e da gasolina em 3,1% e a medida passa a valer a partir da meia noite desta quarta, 09.

De acordo com estudos feitos pela empresa, se a redução for repassada integralmente o preço do diesel pode cair 6,6% o que equivale a R$ 0,20 por litro, e a gasolina 1,3% ou R$ 0,05 por litro, nas bombas.

"A combinação de queda no preço do petróleo e derivados entre o dia 14/10 e hoje, que chega a 12,1%, e a redução da participação da companhia nas vendas ao mercado interno têm impactos sobre o nível de utilização dos ativos da Petrobras, especialmente no refino, sobre os níveis de estoques e também sobre os fluxos de importação e exportação. Essas variáveis justificaram uma correção maior nos preços do diesel que na gasolina", informou a companhia em nota.

 

Anuncio de redução em outubro

 

Em 14 de outubro, a estatal já havia reduzido o valor do diesel em 2,7% e de 3,2% na gasolina, nas refinarias.

Leia: Petrobras anuncia redução no preço do diesel e gasolina, mas queda do preço nos Postos de Vilhena ainda é incerta

Na ocasião, a Petrobras informou que se os postos aplicassem a redução que se teve nas refinarias integralmente ao consumidor final, o preço nas bombas teria tido uma redução de 1,8%, ou R$ 0,05 por litro de diesel e de 1,4%, ou R$ 0,05 por litro de gasolina, fato este que não ocorreu. Em postos de estados como Amazonas e Acre o preço sofreu um ligeiro aumento.

 

Preço não deve cair nas bombas

 

De acordo com a gerência do Posto Carrillo, localizado na avenida Presidente Nasser, a redução anunciada pela Petrobras dificilmente será repassada aos clientes, pois a queda nos preços ocorrida em outubro nas refinarias, não foi repassado aos postos. “Na semana passada nós comprados a gasolina com aumento de R$ 0,08 [Oito centavos]. Esse aumento tem ocorrido gradativamente desde o último anuncio de queda dos preços nas refinarias”, disse a gerente.

A gerência explicou, que a justificativa dada pela distribuidora para o aumento, foi de que o anidro (álcool) que é adicionado à gasolina teria tido alta do preço e o diesel teve aumento na carga tributária. Hoje, o posto comercializa a gasolina a R$ 3,85, já o diesel é vendido a R$ 3,30.

Outros dois donos de postos consultados, disseram que irão aguardar as próximas compras, mas adiantaram que dificilmente o preço nas bombas deve cair.

Como funciona

 

As distribuidoras, chamadas ‘bandeiras’, como: Ipiranga, BR Distribuidora, Equador, Shell dentre outras, adquirem os combustíveis diretamente das refinarias com os descontos anunciados pela Petrobras. Após a compra, as distribuidoras fazem adição de componentes como por exemplo o anidro (álcool), que é misturado à gasolina. São as distribuidoras que decidem se repassar os descontos das refinarias, aos donos de postos que por sua vez poderiam repassar a queda dos preços aos clientes, consumidor final.

A redução de 2,7% no diesel e de 3,2% na gasolina, ocorrida em outubro, foi repassada as distribuidoras. Mas, elas não repassaram a queda de preço aos postos

 

Compartilhe esta notícia
 Petrobras anuncia redução no preço dos combustíveis, mas preço na bomba não deve cair


Onda Sul de Rondônia

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, caluniosos, danosos, abusivos, ameaçadores, discriminatórios, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores.
Onda Sul de Rondônia - Um noticiário a serviço da comunidade
Desenvolvido por Tecmarte & Guiaking © Copyright 2013 - Todos os diretos estão reservados
Site desenvolvido por