Quinta-feira, 21 de Junho de 2018

Boa tarde!

00:00:00

Início » Notícias » Caerd – Falta de gerência e muita confusão atrasam as obras do Pac

Caerd – Falta de gerência e muita confusão atrasam as obras do Pac

06 de Agosto de 2013

A falta de preparo técnico no quesito administração tem dificultado á conclusão das Obras do PAC em Porto Velho. É vergonhoso assistir na televisão à presidente da CAERD, Márcia Luna, dando desculpas sobre o motivo do atraso das obras. A retórica tem sido a mesma há muito tempo. Duas perguntas?

a) Por que a SEPLAN não consegue concluir ás obras?

b) Se a culpa é das empreiteiras, por que medidas judiciais ainda não foram tomadas?

Não há outra resposta, o problema é de competência. Nem mesmos os engenheiros conseguem dar uma resposta plausível para população.

Diversos moradores da Zona Sul de Porto Velho reclamam de falta de água encanada na região. Sem previsão de reparo, muitas famílias improvisam para ter acesso à água. Quem tem poço artesiano em casa alega que água extraída do local é imprópria para beber. A canalização já foi feita segundo os moradores, mas a água ainda não chegou. De acordo com a Companhia de Águas e Esgotos do Estado de Rondônia (Caerd), a previsão é que a obra de canalização seja concluída ainda neste ano.

 

Leia também: Os 113 milhões e o papo furado para Caerd ficar em Ariquemes

 

Na Rua Magnólia, no Bairro Conceição, na capital, os moradores continuam sem previsão de quando terão a oportunidade de ter água encanada no bairro. Em março deste ano, o Rondônia TV mostrou que algumas famílias recorrem à solidariedade de amigos para terem água para beber. Após quatro meses, a realidade não teve muita diferença no local, mesmo os moradores residindo próximos a uma unidade operacional da Caerd.

O aposentado Juscenir Paiva conta que para amenizar o problema recorreu à improvisação: há dois anos criou um sistema de abastecimento onde puxa água do poço artesiano da vizinha. Segundo ele, desde 2009 que a presidência da Caerd promete água aos moradores do bairro. “Nós já estamos em 2013 e nada até agora. Passou a canalização todinha, só que vai direto pro condomínio Riviera”, diz Juscenir que frisa que a promessa era ter água encanada em 2012.

Mesmo com poço em casa, o motorista Vicente Aquino alega que a água é imprópria para beber e é apenas utilizada para lavar louça e limpar a casa. Para ter água de consumo, Aquino diz que é necessário comprar e armazenar ou pedir para os vizinhos. “Todos no bairro sabem que as máquinas passaram em nossas portas canalizando a água pra fornecer pro residencial. Segundo a história da nossa reclamação é que essa caixa, suficiente para abastecer toda a população ainda não está pronta. Mas passou pela nossa porta água boa e está la do outro lado da cidade, enquanto estamos aqui racionando água”, diz.

Talvez a privatização seja a solução. Como foi feita em outros Estados do Brasil. Enquanto este setor for responsável por uma empresa pública, não teremos qualidade nos serviços de abastecimento do bem mais precioso que temos à água.

Fonte: Rondocristão

Compartilhe esta notícia
Caerd – Falta de gerência e muita confusão atrasam as obras do Pac


Onda Sul de Rondônia

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, caluniosos, danosos, abusivos, ameaçadores, discriminatórios, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores.
Onda Sul de Rondônia - Um noticiário a serviço da comunidade
Desenvolvido por Tecmarte & Guiaking © Copyright 2013 - Todos os diretos estão reservados
Site desenvolvido por