Domingo, 19 de Agosto de 2018

Boa tarde!

00:00:00

Início » Notícias » Febre amarela já matou 69 pessoas no Estado do Rio em 2018

Febre amarela já matou 69 pessoas no Estado do Rio em 2018

24 de Março de 2018

Informação consta em boletim divulgado nesta quinta–feira pela Secretaria de Saúde do Estado

 A febre amarela já matou 69 pessoas no Estado do Rio de Janeiro em 2018, conforme boletim divulgado nesta quinta-feira, 22, pela Secretaria de Estado de Saúde. O número de casos chegou a 188.

Vinte e cinco dos 92 municípios do Rio registraram pelo menos um caso de febre amarela. A capital não está entre eles. Angra dos Reis se mantém como o município com mais casos: 48, com 14 mortes. Valença é o vice-líder, com 23 casos e seis mortes. Em seguida vêm Teresópolis (21 casos e oito mortes), Nova Friburgo (15 casos e cinco mortes), Duas Barras (14 casos e duas mortes), Sumidouro (12 casos e cinco mortes), Cantagalo (sete casos e quatro mortes), Rio das Flores (cinco casos e duas mortes), Engenheiro Paulo de Frontin e Trajano de Moraes (ambos com quatro casos e três mortes), Paty do Alferes e Silva Jardim (ambos com quatro casos e duas mortes), Miguel Pereira e Vassouras (ambos com três casos e duas mortes), Barra do Piraí, Cachoeiras de Macacu e Rio Claro (com três casos e uma morte cada), Carmo, Mangaratiba, Maricá e Piraí (dois casos e uma morte em cada), Paraíba do Sul e Sapucaia (um caso e uma morte em cada), Bom Jardim e Petrópolis (um caso cada).

 

O Estado do Rio registrou ainda 11 casos de macacos mortos pela febre amarela: em Niterói, Angra dos Reis, Barra Mansa, Valença, Miguel Pereira, Volta Redonda, Duas Barras, Paraty, Engenheiro Paulo de Frontin, Araruama e Petrópolis.

 

Foto: DR

 

Fonte: Notícias ao Minuto Brasil

Compartilhe esta notícia
Febre amarela já matou 69 pessoas no Estado do Rio em 2018


Onda Sul de Rondônia

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, caluniosos, danosos, abusivos, ameaçadores, discriminatórios, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores.
Onda Sul de Rondônia - Um noticiário a serviço da comunidade
Desenvolvido por Tecmarte & Guiaking © Copyright 2013 - Todos os diretos estão reservados
Site desenvolvido por