Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Boa tarde!

00:00:00

Início » Notícias » Natan enfrentará em plenário segundo processo de cassação.

Natan enfrentará em plenário segundo processo de cassação.

06 de Fevereiro de 2014

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), presidente da Câmara, comunicou aos líderes da Casa que colocará em votação semana que vem, no dia 12 (quarta-feira) o segundo processo de cassação do deputado presidiário Natan Donadon (sem partido-RO), assim como o pedido de suspensão do mandato do deputado Carlos Alberto Laréia (PSDB-GO).

 

Além do caso Natan e Carlos Alberto, também será levado a plenário a possibilidade da abertura do processo de cassação do deputado João Paulo Cunha (PT-SP), preso no último dia 4, pelos crimes cometidos no mensalão.

 

Natan Donadon está preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, desde junho do ano passado. O Conselho de Ética da Câmara, aprovou em novembro, o segundo processo de cassação de Natan.

 

Donadon foi o primeiro parlamentar preso desde a ditadura. Em 28 agosto de 2013, foi absolvido pelo plenário da Câmara em um processo de cassação aberto após o STF (Supremo Tribunal Federal) ter decretado sua prisão.

 

Faltaram 24 votos para completar os 257 votos necessários para a cassação, na época a votação era secreta.

 

Donadon acabou sendo suspenso do cargo de Deputado, sendo convocado o seu suplente para assumir o mandato. No primeiro processo de invalidação, a cassação passou pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e pelo plenário. O PSB, na tentativa de reverter a situação, protocolou uma nova representação contra Natan Donadon, porém desta vez no Conselho de Ética.

 

A representação é pela perda do mandato aja visto que Donadon quebrou o decoro parlamentar votando contra a sua própria cassação – o que é proibido pelo regime interno – saindo algemado da Câmara, entende-se que, dessa forma afetou a imagem da mesma.

 

Donadon deve ficar preso em regime fechado até setembro de 2015, quando o seu mandato já tiver acabado. Ele foi preso e condenado a mais de 13 anos de prisão devido o grande desvio de R$ 8,4 milhões da Assembleia de Rondônia, através de contratos de publicidade fraudulentos.

 

Texto: Onda Sul de Rondônia

Foto: Neto Ferreira (Divulgação)

Compartilhe esta notícia
 Natan enfrentará em plenário segundo processo de cassação.


Onda Sul de Rondônia

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, caluniosos, danosos, abusivos, ameaçadores, discriminatórios, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores.
Onda Sul de Rondônia - Um noticiário a serviço da comunidade
Desenvolvido por Tecmarte & Guiaking © Copyright 2013 - Todos os diretos estão reservados
Site desenvolvido por