Domingo, 16 de Dezembro de 2018

Boa tarde!

00:00:00

Início » Notícias » PMs e empresários são condenados por envolvimento em jogos ilegais

PMs e empresários são condenados por envolvimento em jogos ilegais

28 de Novembro de 2013

Organização obtinha lucro om máquinas caça–níqueis em Porto Velho, RO. Operação que desarticulou esquema foi deflagrada em maio de 2012.

 

Seis policiais militares e dois empresários foram condenados pela Justiça de Rondônia por envolvimento com jogos ilegais. A denúncia foi revelada na Operação Las Vegas deflagrada em maio do ano passado, que foi comandada pela Polícia Civil e tinha como objetivo desarticular um grupo que obtinha lucro com máquinas caça-níqueis, espalhadas em vários pontos de Porto Velho. Mais de um ano após as prisões de onze pessoas, apreensão de veículos e R$ 20 mil em dinheiro, nesta quinta-feira (28) foram publicadas as condenações. Das 21 pessoas indiciadas, apenas oito foram condenadas. Seis delas são policiais militares, mas como a decisão ainda é em primeiro grau eles podem recorrer.

O empresário Vicente Ferreira França, apontado pela polícia como o responsável por chefiar o esquema, e o sobrinho, Ivan da Costa Aguiar, que era que gerenciava o jogo ilegal, foram condenados por corrupção ativa e devem cumprir seis anos em regime semiaberto, além de multa.

Vicente, que também foi condenado por posse ilegal de arma, é proprietário de lotéricas, que segundo as investigações eram usadas pelo grupo para financiar os prêmios obtidos pelos jogadores de caça níqueis. O sobrinho auxiliava no esquema.

O policial militar Giovane Lopes aliciava outros policiais para dar proteção às casas de jogos, segundo a polícia. Ele foi condenado a 7 anos e 1 mês de reclusão, em regime semiaberto, pelos crimes de corrupção ativa e passiva.

O papel dos policiais militares, segundo o juiz responsável pela condenação, era de prestar apoio ao grupo com segurança e até transporte de valores. Eles devem cumprir até dois anos e oito meses de reclusão em regime semiaberto. “Mas as provas indicaram só contra estas oito pessoas, então as pessoas que, no curso do processo as provas não foram suficientes, eu absolvi elas”, explica o juiz Franklin Vieira.

De acordo com assessoria da Polícia Militar, o caso vai ser analisado e a corporação só deve se manifestar sobre o assunto na sexta-feira (29)

Fonte: G1 RO

Compartilhe esta notícia
PMs e empresários são condenados por envolvimento em jogos ilegais


Onda Sul de Rondônia

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, caluniosos, danosos, abusivos, ameaçadores, discriminatórios, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores.
Onda Sul de Rondônia - Um noticiário a serviço da comunidade
Desenvolvido por Tecmarte & Guiaking © Copyright 2013 - Todos os diretos estão reservados
Site desenvolvido por