Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

Boa tarde!

00:00:00

Início » Notícias » Mulher é presa suspeita de matar idoso de 86 anos com superdosagem de medicamentos em Vilhena

Mulher é presa suspeita de matar idoso de 86 anos com superdosagem de medicamentos em Vilhena

09 de Agosto de 2017

A suspeita nega ter executado o crime, porém, na semana passada ela já teria dopado uma idosa em outra residência para furtar a casa da vítima.

Uma mulher de 53 anos foi presa na noite de terça-feira, 8 de agosto, suspeita de ter matado o idoso José Bento Rosa, 86 anos, em sua casa no bairro Alto Alegre, em Vilhena. A mulher acionou o Corpo de Bombeiros informando que o idoso estava tendo um mal súbito, ao deslocar-se rapidamente ao local encontraram o idoso sem sinais de vida. Divergências na versão da mulher apontam que ela teria dopado o idoso com medicamentos para furtar sua casa.

À Policia Militar, a suspeita contou que estava morando com o idoso desde o domingo, 06 de agosto, que nessa terça-feira ele passou mal e desmaiou. Deixou o idoso em casa e foi para um culto em uma igreja evangélica e quando retornou encontrou o idoso sem vida. O neto da vítima compareceu ao local e informou que o avô não tomava nenhum tipo de medicamento e que ia bem de saúde.

No momento em que a versão da suspeita era colhida, vizinhos relataram que ela teria pego medicamentos em um posto de saúde, dizendo que estava doente e que possivelmente teria matado o idoso com uma superdosagem de medicamentos. De acordo com os vizinhos, na semana anterior a mesma mulher teria se abrigado na casa de uma idosa de 74 anos, a dopado com medicamentos e furtado vários objetos de sua casa. A filha da idosa de 74 anos foi chamada pelos vizinhos e ao ver a suspeita confirmou a versão.

A mulher acabou confessando aos policiais que praticou a ação contra a idosa de 74 anos, mas negou que tivesse feito o mesmo contra José. Diante das suspeitas, a mulher foi presa em flagrante e apresentada na Delegacia de Polícia Civil da cidade, para prestar esclarecimentos ao delegado de plantão.

A Polícia Técnico-Científica (Politec) realizou perícia de criminalística no local e revelou que o idoso pode ter mesmo ter morrido por superdosagem de medicamentos, mas somente a autópsia, que será realizada por um médico legista, poderá confirmar se ele foi ou não envenenado. Se for confirmado que José morreu por conta da medicação, Vilhena terá registrado seu 28º homicídio do ano.

Compartilhe esta notícia
Mulher é presa suspeita de matar idoso de 86 anos com superdosagem de medicamentos em Vilhena


Onda Sul de Rondônia

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, caluniosos, danosos, abusivos, ameaçadores, discriminatórios, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores.
Onda Sul de Rondônia - Um noticiário a serviço da comunidade
Desenvolvido por Tecmarte & Guiaking © Copyright 2013 - Todos os diretos estão reservados
Site desenvolvido por