Terça-feira, 17 de Julho de 2018

Boa tarde!

00:00:00

Início » Notícias » BARRIL DE PÓLVORA: Membros do PCC e CV emitem informativos que pode gerar confrontos no presídio Conesul

BARRIL DE PÓLVORA: Membros do PCC e CV emitem informativos que pode gerar confrontos no presídio Conesul

01 de Novembro de 2016

  Na manhã desta sexta-feira, foi emitido o primeiro envelope supostamente por presos do PCC (Primeiro Comando da Capital) de Vilhena, e o segundo supostamente de presos do C.V. (Comando Vermelho) de Vilhena.

O primeiro informativo ressalta um descontentamento em relação a supostas atividades do C.V. de Vilhena dentro e fora do presídio, onde presos do PCC estariam sendo sub-julgados pela facção rival.

A mensagem do PCC é finalizada com a afirmação de que as atividades do C.V. ficam paralisadas na cidade, “... Então a partir desta data o C.V. está brecado nesta cidade. Não é para batizar nem aplicar sua disciplina. O salve está dado para o C.V., acatem se quiser”.

Já o informativo do C.V. faz referência a mensagem do PCC como loucura, que o C.V. jamais estaria “brecado” na cidade. Inclusive a mensagem cita  Tentativa de fuga aconteceu nesta madrugada no Presídio Cone-Sul – onde alguns detentos do PCC estava tentando fugir por causa de ameaças do C.V.

A mensagem, conhecido como “SALVE” pelos elementos diz que qualquer negócio ou dialogo está rompido entre as facções, tanto dentro do presídio como do lado de fora.

Apesar das mensagens serem distribuídas entre os presos através de SMS ou Whats APP, não há como verificar a autenticidades das mesmas. De acordo com informações obtidas, a suposta mensagem do PCC foi distribuída no dia 19 de outubro, e a suposta mensagem do C.V. foi divulgada no dia 25 deste mês.

No entanto, se realmente a situação dentro do presídio Conesul estiver em pé de guerra, mesmo separados por pavilhões as duas facções podem dar muito trabalho aos agentes penitenciários e as autoridades locais.

 

DIRETOR DO PRESÍDIO

 

Diretor do presídio Conesul, Valdir Rosa Tavares, que disse ter conhecimento dos “salves” dos detentos, “O que sabemos que eles estão em guerra, isso começou após a morte de mais de 20 presos em Boa Vista-RR, é uma coisa entre as facções do Rio de Janeiro (C.V.) e São Paulo (PCC), que acaba refletindo aqui em Vilhena”, disse o diretor.

Segundo o diretor, essas mensagens fizeram com que fossem tomadas algumas prevenções no presídio. “Quase que dobramos o efetivo de agentes penitenciários, aumentamos nossos armamentos e a Polícia Militar está lá dentro dando suporte a nós também. Infelizmente, não temos como transferir presos, já que não há para onde manda-los, pois todos os presídios estão lotados”, finalizou.

O presídio Conesul hoje abriga cerca de 260 detentos.

 

COMANDO DA PM

 

O comandante da Polícia Militar de Vilhena, Rildo Flores,  expôs que a PM vem monitorando as atividades dos detentos e tem conhecimento da maioria das mensagens e “salves” que são trocados e circulam na unidade.

“Temos conhecimento da primeira mensagem dos integrantes do PCC, já está segunda mensagem dos supostos membros do C.V. estamos averiguando”, disse o comandante Rildo.

A PM deixou a disposição da direção do presídio um efetivo preparado para evitar e conter qualquer tipo de rebelião que possa acontecer.   

 

LEIA OS SUPOSTOS “SALVES” DAS DUAS FACÇÕES:

 

 

Compartilhe esta notícia
BARRIL DE PÓLVORA: Membros do PCC e CV emitem informativos que pode gerar confrontos no presídio Conesul


Onda Sul de Rondônia

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, caluniosos, danosos, abusivos, ameaçadores, discriminatórios, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores.
Onda Sul de Rondônia - Um noticiário a serviço da comunidade
Desenvolvido por Tecmarte & Guiaking © Copyright 2013 - Todos os diretos estão reservados
Site desenvolvido por