Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Boa tarde!

00:00:00

Início » Notícias » Lidiane Leite, a “prefeita ostentação”, é presa pela polícia

Lidiane Leite, a “prefeita ostentação”, é presa pela polícia

25 de Outubro de 2017

A ex-prefeita de Bom Jardim, no Maranhão, Lidiane Leite, conhecida como “prefeita ostentação”, foi presa nesta terça-feira (24) em São Luís. Ela foi condenada por improbidade administrativa em março deste ano.

O delegado da Superintendência de Combate à Corrupção (Seccor), ligada à Polícia Civil, confirmou a prisão determinada pelo juiz Raphael Leite Guedes. A prisão, no entanto, será domiciliar e sem a necessidade de tornozeleira eletrônica.

A decisão atendeu a um pedido do Ministério Público. Ela foi detida em sua casa, no bairro Araçagi, e levada pelos policiais para a Seccor, onde chegou assessorada por três advogados. “Ela foi trazida até aqui para o cumprimento de nota de culpa. Ela assinou documentos, como os que lhe dão garantias constitucionais”, informou o delegado. “Mas ela já voltou para casa, porque a prisão é domiciliar.”

 

O caso

Lidiane ganhou fama de “prefeita ostentação” porque exibia nas redes sociais uma vida de alto luxo, o que despertou a desconfiança das autoridades. Condenada neste ano por improbidade administrativa, teve R$ 12 milhões bloqueados em setembro por ordem da Justiça.

Ela chegou a ser presa em 2015, quando ainda comandava a prefeitura de Bom Jardim. Lidiane foi presa no dia 28 de outubro daquele ano depois de passar 39 dias foragida.

 

Fonte: UOL

Compartilhe esta notícia
Lidiane Leite, a “prefeita ostentação”, é presa pela polícia


Onda Sul de Rondônia

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, caluniosos, danosos, abusivos, ameaçadores, discriminatórios, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores.
Onda Sul de Rondônia - Um noticiário a serviço da comunidade
Desenvolvido por Tecmarte & Guiaking © Copyright 2013 - Todos os diretos estão reservados
Site desenvolvido por