Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019

Boa tarde!

00:00:00

Início » Notícias » Piqué é multado em R$ 9 milhões por impostos atrasados na Espanha

Piqué é multado em R$ 9 milhões por impostos atrasados na Espanha

10 de Julho de 2019

A Agência Tributária da Espanha recusou o recurso interposto pela defesa do jogador do Barcelona

Mais um jogador de futebol na Espanha recebeu uma multa milionária pela Agência Tributária da Espanha, nesta quarta-feira, por se envolver com problemas fiscais no país. O zagueiro Gerard Piqué, do Barcelona, terá de pagar 2,1 milhões de euros (cerca de R$ 9 milhões) após ter perdido o último recurso contra o tribunal. 

A Agência Tributária da Espanha recusou o recurso interposto pela defesa do jogador do Barcelona contra uma decisão do Tribunal Administrativo Econômico Central, que o condenou em 2016 em multas e impostos atrasados em 2008, 2009 e 2010. Piqué é acusado de fraude fiscal na tributação de seus direitos de imagem e agora é obrigado a pagar 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 6 milhões) de impostos atrasados e uma multa de 600 mil euros (aproximadamente R$ 3 milhões). 

Na época, o tribunal concluiu que Piqué havia "simulado" a cessão dos direitos de imagem a sua empresa, a Kerad Project, com o objetivo de pagar menos impostos nos anos 2008, 2009 e 2010. "A omissão da declaração na Espanha de tais rendimentos foi, no mínimo, culposa ou negligente", destacou a Audiência Nacional. 

Apesar da condenação por fraude fiscal, Piqué ainda pode recorrer e tentar uma apelação ao Tribunal Supremo da Espanha.

 

O zagueiro do Barcelona é mais um jogador de destaque na Espanha que teve problemas com o fisco espanhol. Os de maior renome são o português Cristiano Ronaldo, hoje na Juventus (Itália), o brasileiro Neymar, atualmente no Paris Saint-Germain (França), e o argentino Lionel Messi, companheiro de Piqué no clube catalão.

 

Foto: Getty Images 

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO

Compartilhe esta notícia
Piqué é multado em R$ 9 milhões por impostos atrasados na Espanha


Onda Sul de Rondônia

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, caluniosos, danosos, abusivos, ameaçadores, discriminatórios, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores.
Onda Sul de Rondônia - Um noticiário a serviço da comunidade
Desenvolvido por Tecmarte & Guiaking © Copyright 2013 - Todos os diretos estão reservados
Site desenvolvido por