Domingo, 19 de Agosto de 2018

Boa tarde!

00:00:00

Início » Notícias » Atletas rondonienses são campeões do sul–americano de kung fu wushu no Uruguai

Atletas rondonienses são campeões do sul–americano de kung fu wushu no Uruguai

30 de Maio de 2018

Em Montevidéu, Luana conquistou medalha de ouro, enquanto Henrique trouxe uma medalha de ouro da categoria louva–a–deus e uma de prata da luta com armas médias (espada)

Após sagrarem-se campeões de kung fu wushu, no 2º Campeonato Sul-Americano realizado de 24 a 28 deste mês, em Montevidéu (Uruguai), os atletas rondonienses, Luana Hendler, 24 anos; e Henrique Nunes, 18, ambos de Pimenta Bueno, foram recepcionados nesta terça-feira (29) pelo governador Daniel Pereira, no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho, ocasião em que agradeceram o apoio recebido do governo de Rondônia para que pudessem chegar ao Uruguai, integrando a delegação brasileira composta por cerca de 70 atletas. Eles ainda falaram das experiências vivenciadas nesses três anos em que ingressaram nessas artes marciais originárias da China e que lhes renderam aprendizado sobre povos e culturas em viagens por vários estados brasileiros e agora na primeira internacional, além de dez medalhas para ela e 32 para ele.

Em Montevidéu, Luana conquistou medalha de ouro no estilo ou categoria sanda (até 70 quilos) enfrentando uma peruana, enquanto Henrique trouxe uma medalha de ouro da categoria louva-a-deus e uma de prata da luta com armas médias (espada), ambas disputadas com representantes de vários países, inclusive do Brasil.

O governador Daniel, que estava acompanhado do deputado Cleiton Roque e da secretária ajunta estadual da Agricultura, Eloísa Helena Bertoletti, parabenizou os atletas pela coragem de fazer algo diferente, servindo como exemplo e incentivo a outros jovens, ao mesmo tempo em que se realizam como pessoas e elevam o Estado de Rondônia. Ele lembrou que no esporte deve ser considerado que nem sempre ganhar é o mais importante, mas o simples fato de participar de atividades que envolvem muita disciplina e ainda contribuem para afastar os jovens das drogas. Ao final, Daniel conduziu os atletas até o 12º andar do Palácio Rio Madeira, de onde se contempla o rio Madeira, a Usina Santo Antônio, a ponte da BR-319 e o Porto Organizado; e entregou a ambos uma réplica do Real Forte Príncipe da Beira, um dos pontos históricos e turísticos do estado, localizado no rio Guaporé, no município de Costa Marques.

Daniel Pereira, que sempre tem falado sobre a importância de se trabalhar desde cedo com as crianças e jovens para combater a violência crescente, gravou um vídeo institucional enaltecendo a participação dos dois rondonienses na competição internacional e ligou para empresários de Pimenta Bueno sugerindo que os atletas sejam recebidos com festa, saindo em caminhada ou pedalada pelas ruas da cidade.

Ex-aluna da Escola Estadual Marechal Cordeiro de Farias, Luana é formada em direito, enquanto Henrique cursa o 3º ano do ensino médio na Escola Estadual Euclides Barbosa e pretende fazer vestibular para psicologia e concurso público para a Polícia Federal.

Os dois atletas fazem parte do Instituto Zanolli de Artes Marciais de Pimenta Bueno, onde treinam uma média de três horas por dia e agora aguardam com expectativa o campeonato estadual, previsto para julho, que selecionará os representantes do estado para o Campeonato Brasileiro, que acontecerá no mês de setembro, em Londrina (PR), de onde sairão os representantes do Brasil para os Jogos Pan-americanos, que serão realizados de 6 a 12 de novembro, Buenos Aires (Argentina). “Esperamos contar novamente com o apoio para que possamos representar o estado”, adiantou Luana.

“Que vocês sejam exemplo e que levem o que aprenderam para outras crianças em projetos sociais”, recomendou a secretária Eloísa.

 

De acordo com o presidente da Federação Rondoniense de Kung Fu Wushu, Davi Brandão, Rondônia tem um grande potencial dentro desta modalidade, bem como, no esporte em geral, sempre tendo atletas ranqueados, sendo esta a primeira vez que participou em um evento fora do País, estreando com bom resultado, inclusive para o País. “Já competimos com atletas de outros países, mas nunca saímos do Brasil”, observou.

 

Fonte: Governo do Estado de Rondônia

Compartilhe esta notícia
Atletas rondonienses são campeões do sul–americano de kung fu wushu no Uruguai


Onda Sul de Rondônia

Apoiamos causas contra a divulgação de materiais ilegais, caluniosos, danosos, abusivos, ameaçadores, discriminatórios, terroristas, vulgares, obscenos ou ainda condenáveis de qualquer tipo ou natureza que sejam prejudiciais a menores.
Onda Sul de Rondônia - Um noticiário a serviço da comunidade
Desenvolvido por Tecmarte & Guiaking © Copyright 2013 - Todos os diretos estão reservados
Site desenvolvido por